quinta-feira, 14 de março de 2013

14/ 03: Dia Da Poesia

                                                                


                                                                   Dia Da Poesia


  1. Nasci poetisa
    Diz-se agora, poeta
    Prefiro a primeira forma.
    Sou bem feminina!
    Na minha mente 'poeta' sempre lembra o masculino.
    A poesia toma conta de mim
    Faz parte do meu todo:
    Como disse, nasci assim.

    Sem escrever, não me imagino...
    Sem ter o que dizer, nem pensar, não poderia viver!
    Poesia nos poros,
    Na pele e no resto do corpo.
    Ah, se Drummond me lesse agora!
    Não aceitaria tais palavras...
    Pois ele poderia ser ousado para sua época
    Mas não achava certo fazer poesias com o corpo...
    Sou assim, não adianta:
    Corpo, alma e coração
    Levam minhas letras sobre o papel
    Guiadas pelos dedos, manuseando a caneta
    De tinta azul,
    Depois, passando para a tela fria
    Levando a minha mensagem quente e talvez 'libertina'
    Mais do que liberal
    Porque sou Fátima Abreu,
    Mulher em potencial.

    Fátima Abreu Fatuquinha

Um comentário:

  1. Amei ler e sempre que tiver um tempinho dou uma olhadinha nos outros.bjsssss Amiga.

    ResponderExcluir