terça-feira, 31 de janeiro de 2017

SINOPSE DO NOVO LIVRO: "PERSONAS"







SINOPSE DO LIVRO "PERSONAS" , POR FÁTIMA ABREU (FATUQUINHA)



Personas é uma cidade litorânea que encanta visitantes e habitantes.
Alguns que se foram, até voltam, pois veem a cidade como refúgio do mundo urbano e complicado.
Um ideal sonhado por algumas pessoas e que unidas, colocaram em prática.
Oito vidas contadas sem rodeios, e tantas outras mencionadas, pela passagem na cidade.
Dramas, vivências, alegrias, esperança em dias melhores, tudo é retratado nesse livro...
A autora descreve de forma fácil, e até mesmo filosófica, a biografia dessas personagens verdadeiras, porém, com suaves pinceladas de ficção.
A grande "família" é formada depois que um grupo de whatsapp, resolve dividir entre si, melancolias, temores, alegrias, anseios, esperanças e suas histórias.
Um aprende a respeitar o limite do outro, e mesmo no ponto de vista religioso, isso é mantido. Pois em Personas, o pensamento utópico de uma cidade que vive totalmente em paz e com fraternidade, é vivenciado dia após dia...

Talvez, em "Personas" - A Cidade dos Sonhos, o leitor descubra que seus problemas podem ser menores do que de muita gente... E que tudo pode ser mais fácil, se for compartilhado com pessoas que amamos.
Assim, o livro deixa uma mensagem de otimismo, perseverança, fraternidade e também de sonho...

* Para saber detalhes como adquirir o livro impresso, siga esse link: https://www.clubedeautores.com.br/book/227700--PERSONAS…


segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Entre Pérolas & Estrelas- republicado


Pensamento do dia:
Nas pequenas coisas, sabemos se representamos algo para alguém ou não...








Entre Pérolas & Estrelas

No fundo do mar há escuridão, ausência total de luz.
Entretanto, nesse mesmo mar, encontramos as conchas.
A beleza dentro delas, é ímpar: Pérolas!

A pérola machucada pelos grãos de areia invasores,
fazem com que produza essas maravilhas...
Brilhantes, para a nossa feminina alegria!

Tira-se a essência de tudo na Natureza:
Da mesma forma que se tem no negro da noite:

A Lua e as estrelas estão lá, para dar uma luminosidade especial...
 

Equilíbrio na balança natural.
Tanto quanto, dentro de nós, temos o eterno conflito do BEM contra o MAL...

Escuridão dos céus e oceanos, esquecidos na beleza dos astros e pérolas.
Estrelas reluzentes, como a pérola do mar: 'grão semente'...

Fátima Abreu




domingo, 29 de janeiro de 2017

"PERSONAS"




 TRECHINHO DO NOVO LIVRO PARA VCS:
"PERSONAS"

...Quando morava no Irajá, tinha muitas taquicardias durante o sono.
Uma noite, dormia, quando se viu em um lugar cheio de pedras, e todos eram indianos, porém usavam trajes brancos, e não coloridos como é comum na Índia...
Alguém percebendo sua presença ali, perguntou o que estava procurando. Ela disse que não sabia como tinha chegado ali, mas, que aquele local lhe trazia paz. Sim, e que estava com fome! O senhor calvo e de pele canela, a levou então, até o que seria um grande refeitório. Ali era servido apenas arroz branco, e frutas que estavam numa mesa.
 Ela pôs um pouco de arroz numa tigelinha e já comia umas colheradas  (sim, colher e não, garfo) quando veio outro senhor que parecia ser um mentor daqueles que ali estavam. Ele virou para Fiona e disse:
- Mas, o que faz aqui? Não deveria chegar agora, é muito cedo ainda! Tem muita coisa para fazer por lá...
 Fiona sem entender respondeu:
- Não sei como vim parar aqui,  quando percebi, já estava!
- Tem que voltar logo, o mais rápido possível!
- Então me leve de volta...
 Ela acordou no meio da noite, coração disparado e com a sensação que realmente tinha feito a viagem astral.
Tempos depois, engravidou da caçula Clarisse. Sim, ela tinha muito ainda que fazer e passar...

CONTINUA NO LIVRO...

sábado, 28 de janeiro de 2017

ENTENDA!





Leia-me, e não esqueça...
Antes que vire de ponta à cabeça, esse mundo...
Quero estar na sua memória.
Em prosa ou verso, mas, bem fundo...
Pela pena que escreve palavras que tocam sua alma...
Ou pelo rompante da paixão, que vem da minha história.
Quero ser afago no peito,
De quem te quer bem.
Um suspiro devotado, e um um beijo no ar, por mim, jogado...
Assim que escrevo, um tanto de mim te doo...
Não deixo nada nas entrelinhas...
Ou você me entende, ou se arrepende.

Fátima Fatuquinha Abreu

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Eu- REPUBLICADO



Eu queria e não fiz.
Eu tentei e não consegui.
Não é que o fracasso total me acompanhe.
Mas sim, as dificuldades que a vida impõe.
Eu tive e perdi.
Eu doei sem esperar nada em troca.
Eu sofri calada.
Eu chorei por uma madrugada...

Eu amei e algumas vezes fui amada.
Eu estudei, guardei e esqueci.
Eu um dia, omiti.

Eu cuidei, mas, não fui cuidada.
Eu escrevi e ele não leu.
Eu subi, desci, e tornei a subir na escalada do tempo:
Envelheci e remocei.
Eu te dei amor e você não mereceu.

Eu deixei de comer, para os meus filhos alimentar.
Eu não dormi, com medo de você acordar.
Eu deixei o  sentimento fluir.
Eu simplesmente sobrevivi.

Fátima Abreu

A LEVEZA DO SER- REPUBLICO





O BEM QUE SE FAZ, RETORNA EM DOBRO PARA SI...
 NÃO HÁ COISA MELHOR E MAIS LINDA, QUE UM SORRISO DE GRATIDÃO!
 E DA MESMA FORMA E TAMANHO, DA SENSAÇÃO DE SENTIR-SE EM PAZ, POR TER CONSEGUIR AJUDAR SEU PRÓXIMO...
A LEVEZA DO SER.
A SENSAÇÃO DE  DEVER CUMPRIDO.
 POIS AQUI NÃO ESTAMOS PARA SOMENTE NASCER, CRESCER, REPRODUZIR E MORRER...
 NÃO SOMOS PLANTAS!
 SOMOS ALMAS NASCIDAS PARA EVOLUIR.
 E NESSA EVOLUÇÃO ESTÁ A CARIDADE, A TOLERÂNCIA COM SEU SEMELHANTE, O PERDÃO, A PACIÊNCIA,  A PAZ, O AMOR, E A VONTADE DE  QUE DEUS NOS GUIE EM CADA JORNADA.

FÁTIMA ABREU FATUQUINHA

EU SOU
TU ÉS, ELE É, NÓS SOMOS, VÓS SOIS, ELES SÃO 
SERES EM EVOLUÇÃO!

AINDA...



Ainda que não entendam.
  Ainda que nós mesmos, não saibamos o porquê...
    Ainda assim, deve-se cuidar do outro, quando no sofrimento ou na felicidade.
No voo longe, ou com os pés firmes, em terra.
 Sonho faz parte da humanidade.

 Louco (a), quem diz?
 Basta saber apenas dosar
 E  não fugir da realidade...
 Ser dono (a), de sua vontade.

Ainda que do sonho não se queira sair, 
É aqui, em terreno firme, chão frio, nuvens no céu, 
Que se vive, mesmo em tempos que se amarga fel... 

FÁTIMA ABREU FATUQUINHA

DUETO (erótico) COM JOILSON SANTOS: DESEJOS PERDIDOS




Na alcova à meia luz, eu te recebia... De pernas entrelaçadas sobre teu corpo,te envolvia... Trazia-o para mim, fundo, ardente... Queria ser tua, tão somente... 
Esperei esse momento. 
Queria-te! No meu pensamento beijar-te, era antes uma fantasia... 
Agora realidade para minha completa satisfação! 
Seguia em movimentos de língua que serpenteava pelo seu ouvido, te arrancando doces gemidos... 
Descia para teu pescoço, mordia... Novamente gemia! 
Eu aproveitava o momento, e te levava à minha boca: Ardente e sedenta da tua...

Beijava-te como se sugasse tua língua para dentro da minha própria boca! 
E meus lábios febris, de desejo latente, faziam com que meu corpo já sentisse a volúpia: 
Descendo líquido quente...

Molhada estava, pronta para teu membro viril receber.
Queria-te dentro de mim, cavalgando sem pressa... 
Aproveitaríamos cada fantasia, e desejo. Vinha... 
Eu então, de flor desnuda, como rosa vermelha, abria.


Fátima Abreu Fatuquinha

                                          **********

Despi você com minha boca... Sugava teu suor com a língua, desfrutei você por inteiro, roçando nossos corpos embaixo do chuveiro...
 Fiz de você minha alegria, minha orgia, degustando seu mais íntimo prazer, que escorria em minha boca: 
Seu gozo de loucura. 
Como a flor que se abre pela manhã, abriste para mim, deixando que eu penetrasse com prazer, entre as pernas tremuladas...

 Teus seios tão lindos, como pêssegos doces! Mais doces ficavam, a cada momento que eu os sugava, com tanto prazer e tanta loucura, se entregaste para mim. 
Eu, sem juízo, provei-lhe com a boca, entre tuas pernas, te deixando louca! Mas foi tão lindo e gostoso, se der, quero de novo...

 Ah, meu amor, vem cavalgar... Senta em meu corpo a gemer, sussurrando em meu ouvido que se aquece de tanto prazer!

 Joilson Santos    

E nas veredas desse amor louco, o êxtase  se fez presente!
Doce líquido branco e viscoso, saiu de ti, num urro só!

Enquanto eu, me retorcida dengosa, querendo mais, te colocando em  gostosa prova...
Então, para recomeçar nossa cavalgada, eu colhi do meu mel e te dei nos lábios...  

Saboreou... E sentiu também,  meu aroma de fêmea, repleta de gozo.
Depois  disso, com o estímulo que  te dei, foi  fácil  mais uma ereção!
Nos doamos com mais intensidade que antes, como fieis amantes.


Fátima Abreu Fatuquinha






LEIA-ME, E NÃO SE ESQUEÇA...



https://www.clubedeautores.com.br/authors/32550

VEJA MEUS LIVROS NO LINK ACIMA, E TAMBÉM "PERSONAS": EM HOMENAGEM AOS MEUS AMIGOS DO GRUPO IP, NO WHATSAPP.

Leia-me, e Não Esqueça...

Antes que vire de ponta à cabeça, esse mundo...
Quero estar na sua memória.
Em prosa ou verso, mas, bem fundo...
Pela pena que escreve palavras que tocam sua alma...
Ou pelo rompante da paixão, que vem da minha história.
Quero ser afago no peito,
De quem te quer bem.
Um suspiro devotado, e um um beijo no ar, por mim, jogado...
Assim que escrevo, um tanto de mim te doo...
Não deixo nada nas entrelinhas...
Ou você me entende, ou se arrepende.


POESIAS NOVAS DE 2017

O CAMINHO, A CANETA

O caminho, só segue, aquele que meu coração conquistar...
Entretanto, é difícil isso, já que existem memórias a se apagar...

Não há borracha nesse caso.
Tem-se que tentar apenas...
Dar uma única e breve chance, do caminho ser percorrido, mais uma vez...

Escrever uma nova poesia, com a caneta que percorre o corpo.

FÁTIMA ABREU
Fatuquinha




Despertam os Amantes... 

Ah, como queria estar entre eles agora!
Poder dizer que o calor que sobe não seria pela nova estação.
E sim, pelo sorriso estampado ao acordar com meu suposto amor, do lado...


Fátima Fatuquinha Abreu










O meu rumo escolho, mas o coração sofre...
Porque a decisão não era comandada por ele.
A razão decretou assim...
Fátima Fatuquinha Abreu


Perco o Sono


Porque tua face povoa meus sonhos...
Perco e não acho.
A razão fez te expulsar de mim.
A emoção te queria ainda assim...
Que se faz, quando o verbo é amar ainda mais?!
Te levo no bater acelerado do peito, e na lágrima que insiste percorrer meu rosto.
Sufoco o sentimento, porque os de fora não entenderiam como ainda posso te amar desse jeito.
Cada um sabe de si, porém, dificilmente entender sentimentos de outrem...

Te amo! Embora seu corpo não toque mais o meu, sentimos a presença um do outro, na pele.
E assim, tocamos a vida!
Com uma eterna, mas, doce ferida...


Fátima Fatuquinha Abreu




O coração de uma mulher é terreno fértil para quem se dedica, e totalmente seco, para quem não cuida...
Fatuquinha



segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

DUPLICIDADE

DUPLICIDADE


Uma carrega o sim
A outra, o não...
Uma chora e ri.
A outra morre de paixão...


Uma quer ser loira
A outra diz que ruiva ainda é o melhor
Uma se acha viva criança
A outra, se mantém jovem apenas pela sedução, que a encobre...

Uma é espiritualizada.
A outra, é um pouco desvairada...

Uma quer uma coisa, a outra, quer diferente.
Quando isso vai se resolver?
Se eu não sei, tampouco você...

Não julgue uma pessoa dúbia.
Ela não tem culpa de ser assim.
Se pudesse escolher ser apenas uma,
Ficaria de certo com a branda!
Deixaria a 'doidinha' esquecida, ou trancafiada
apenas na memória...
Selos são lacrados.
Mas, as cartas são abertas.
E assim, tudo recomeça...


Fátima Fatuquinha Abreu

domingo, 15 de janeiro de 2017

O AMOR NA EXTENSÃO DA PALAVRA...



 EU TAMBÉM ESCOLHI O AMOR

Levo-o dentro de mim.
 Tento espalhar por aí...
 Abrir corações.
 Ser lamparina viva, ajudando alguém pelo caminho...
Eu também escolhi o amor.
 Nas palavras gentis que posso dizer.
 No abraço acalorado...
 Nos beijos dados aos seres amados...
 Eu escolhi o amor.
 Para tentar a paz, a conciliação entre os demais.
 Amor e Paz andam de mãos dadas.
 CARIDADE, PERDÃO, PACIÊNCIA E TOLERÂNCIA, da mesma forma...
 Tudo está interligado no Amor.
 Ele gera todo o resto.
 Eu escolhi o amor.
 E nessa escolha, coloco meu coraçãozinho.
 Sou gota d´água no oceano, grão de areia na duna...
 Mas, ainda assim semeio a boa semente:
 Faça espalhar também esse sentimento mágico que a tudo cura!
 Escolhi o amor, na palavra em extensão: 
Doação!

Fátima Abreu Fatuquinha


 

* Só não cura por enquanto, meu bolso vazio... Rs
 Que crise, meu DEUS!
 Nunca pensei que diria isso:

 Preciso de ter um amor verdadeiro, mas, teria que ser um marido que me ajude! 

 Somar, e não me subtrair!
 Multiplicar sorrisos, dividir preocupações e despesas.
 "Juntar a fome, com a vontade de comer!"
 "O útil, ao agradável"...
 O frio, ao cobertor...
 Quem quer se candidatar, a ser meu novo amor?


Fátima Abreu Fatuquinha


OBS: Mande email para:
 fatuquinha@gmail.com
  




sábado, 14 de janeiro de 2017

CRISTAL


Uma pessoa disse que sou seu cristal. Tive no mesmo instante essa inspiração: 


Sou teu cristal. Tu mesmo dissestes...
Mas, como cristal, tem que se ter certo cuidado:
Tenho melindres, quereres...
Estás pronto para segurar tal cristal?
Pense nisso, moço...
Teu cristal precisa de cuidados...
Terias tempo para isso?


Teu cristal pode quebrar se fácil, se não for segurar com cuidado... Existem perigos à volta, tens que agir com destreza:
Pois nos caminhos  se encontram pedras. Há de ser contornadas ou puladas... 

Porém, com um cristal nas mãos a cautela máxima é necessária!
E se ainda assim, chegar do outro lado da estrada, com o cristal ileso em seus braços, terá enfim merecido sua recompensa, pelo carinho dedicado:
O beijo amoroso de quem reconhece toda boa insistência, 

dos que amam secretamente... 

Fatuquinha

Caçadores de Nós Mesmos

                 



A vida é cheia de perguntas.
Somos caçadores de nós mesmos
Almas em busca de perdão Divino.
Flagelados pelo sofrimento!
Mesmo aqueles, que nascem no chamado "berço de ouro"
Tem 'finais' momentos...

Caçadores de nós.
O ego que em cada um habita
Faz com que a alma então reflita...
Temos em cada momento,
Uma peculiaridade
Igual não se terá mais
Pois o presente, no segundo seguinte,
Já é passado.
E o futuro, se torna novamente presente...

Mistérios do tempo!
Continuamos seguindo com a caçada de nós mesmos.
A vida flui.
O choro vem, em certos episódios
As alegrias são poucas, breves instantes!
A velhice chega, para os que ainda estão por aqui...
Um dia, podem não acordar mais:
E a caçada então, chega ao fim.

Fátima Abreu

Tempo?


TEMPO?

Seria o tempo nosso amigo,
Ou o maior dos inimigos?
Dizem que ele cura todas as feridas
Mas outras vezes, nos torna frágeis pessoas

Velhos de corpo,
Embora a alma possa ser jovem.
O tempo é malvado:
Traz a certeza que os dias são contados,
Para cada um de nós.
A ampulheta não devia deixar
A areia do tempo, se acabar...

FÁTIMA ABREU

Conselho 1



AS PALAVRAS TEM O PODER DE FAZER O BEM E O MAL A ALGUÉM...

ENGRAÇADO É QUE:

PENSAMOS  QUE SOMOS ESPERTOS E QUE PELAS EXPERIÊNCIAS ANTERIORES, NÃO CAIREMOS EM GOLPES E COISAS JÁ PASSADAS ANTES, MAS A VIDA NOS COLOCA NOVAMENTE EM PROVA DESSA LIÇÃO.
ISSO, PARA QUE ELA SEJA REPETIDA INÚMERAS VEZES, ATÉ QUE FINALMENTE UM DIA, TENHAMOS APRENDIDO...

O CORAÇÃO, SERÁ QUE AGUENTA?
NÃO SABEMOS ATE´QUE ELE FINALMENTE ESTEJA CANSADO DE TANTAS LUTAS, E DÊ UM SINAL APELATIVO...


DAÍ EM DIANTE, É SEGUIR ( SE CONSEGUIR SOBREVIVER) E ESQUECER AS PALAVRAS QUE TE FERIRAM TANTO.
O PERDÃO É SEMPRE BEM VINDO.
O PROBLEMA, SÃO AS MARCAS, ESSAS, PODEM SER A RAZÃO PARA UMA PESSOA SE TORNAR RANCOROSA, MAS, TUDO TEM DOIS LADOS:
TAMBÉM TORNA-SE ALERTA!

RESPOSTA A UMA PERGUNTA FORMULADA A MIM TEMPOS ATRÁS:

"Fátima, o que você acha de uma pessoa que sempre cai no mesmo golpe? Que deixa se enganar pelas palavras dos outros?"

Não, o Tempo não Apaga Feridas...






REPUBLICADO

A lágrima caiu.
A dor que demorou a ser descarregada, surgiu.
Não, o tempo não apaga feridas.
Apenas as deixam mais suaves.

Ainda assim dói...
Se remexemos na ferida, ela fica viva novamente.
É necessário colocar uma bandagem e selá-la.
Dessa forma, fica "bloqueada" na mente.

Não, o tempo não apaga feridas.
Mas sim, as deixam esquecidas..
Não toquemos portanto,
Naquilo que dói tanto...

Fátima Abreu



quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Estando de volta, vamos escrever...


 


O ser humano que não lê, não questiona, e aceita mastigado tudo que se propõe ser lhe ensinado...
Como uma venda, escurece seus olhos, aceita o que dizem, como criança a ser alfabetizada.
E nada muda. O conhecimento sim, esse engrandece a mente e a alma!
Leia mais, questione !
Voe fora dos parâmetros usuais.
Seja um a mais.
Fátima Fatuquinha Abreu



 


Nada melhor que isso:
Alegria, para cozinhar em banho Maria, os dissabores da vida.
Loucura, sim... Porque a sanidade total, faz com que sejamos pequenas taças de cristal: Sem sair da zona de conforto,
quando a realidade nua e crua bate à porta, ficaríamos estáticos sem noção do que fazer... Quase quebrando...
TODAVIA, SE HÁ UMA DOSE CERTA DE LOUCURA, VOCÊ SEGUE SEM MEDO, E FAZ MUDAR ESSE QUADRO, COM CORAGEM NUNCA VISTA ANTES!
Consciência tranquila, com sono tranquilo à noite, e sem sombras incomodando a mente durante o dia.

domingo, 1 de janeiro de 2017

DICA DE LAZER

Hoje trago uma dica para quem mora na cidade de Niterói- RJ:
Do meu amigo, Marcelo Veiga Lessa, um novo empreendimento, que eu ajudo aqui a divulgar nessa postagem: 
Sua pista de Kart, muito especial e com certeza, tem diferencial também...
 MARCELO É BOM EMPREENDEDOR!


ENDEREÇO:

Av Ewerton Xavier sem número
Lote 86
Antiga Av Central
Região oceânica de Niterói
Ao lado da Bodega do Norte


CONTATO:

(21)3492.5000