segunda-feira, 30 de setembro de 2013

O GATO INTELIGENTE

POESIA INFANTIL

 Foto: O GATO INTELIGENTE

E ele mais uma vez está fazendo das suas!
Gato mais danado!
Não bastasse ter a fama de sabichão,
Agora já apanha um livro para ler
E segue mais uma lição...

A gatinha Mimi, sua esposa,
Não aguenta mais suas esquisitices:
Só falta colocar terno e gravata,
Fingindo ser gente...
Mas o que ela não sabe,
É que ele é mais inteligente!


Tem sede de conhecimento, esse gato danado!
Já esteve pensando em ir à biblioteca
Não fosse barrado na entrada,
Por uma menina sapeca...

Fátima Abreu Fatuquinha

O GATO INTELIGENTE

E ele mais uma vez está fazendo das suas!
Gato mais danado!
Não bastasse ter a fama de sabichão,
Agora já apanha um livro para ler
E segue mais uma lição...

A gatinha Mimi, sua esposa,
Não aguenta mais suas esquisitices:
Só falta colocar terno e gravata,
Fingindo ser gente...
Mas o que ela não sabe,
É que ele é mais inteligente!


Tem sede de conhecimento, esse gato danado!
Já esteve pensando em ir à biblioteca
Não fosse barrado na entrada,
Por uma menina sapeca...

Fátima Abreu Fatuquinha

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Fotos de hj em Niterói: Dia de exames...


Pensamento:

A leitura é um bem que não deve ser privado a ninguém.
Se não for de forma explícita, que seja nas palavras que outro alguém recita...

FÁTIMA ABREU







20130926_145343.jpg


20130926_150008.jpg20130926_144817.jpg Um aviso:

Quero dizer que aqueles que me pedem solicitações de amizade, pensando que eu por ter escrito erotismo por alguns anos, (ainda hoje escrevo poesias, mas os contos, já parei) seria como minhas personagens, engana-se. Que isso fique claro!
Não confundam ficção com realidade, por favor!



Algumas pessoas que adicionei sem olhar antes o perfil, foi porque sou escritora e uso do FB, como ferramenta de propaganda de meus livros e obra: 

Quanto mais pessoas conheçam meu trabalho melhor! Entretanto, isso não quer dizer que eu vá compartilhar do que certas pessoas põem em seus perfis. Nada tenho com isso. 

Portanto, se alguém que está na lista de meus amigos do FB, curte pornografia, isso não é problema meu! Cada um coloca o que quiser em sua página social.

Na minha página,  não irão encontrar nada desse tipo, apenas, contos, poesias, mensagens de espiritualidade, coisas que gosto, como filmes, músicas e nostalgias do passado, além de reciclagem e ecologia.
O fato de ser uma mulher que gostava de escrever contos eróticos não me põe na categoria de volúvel, fácil ou qual nome quiserem dar...

Vou vasculhar os perfis que adicionei ultimamente, assim que tiver mais tempo, pois ando fazendo muitos exames de saúde e pouco tenho vindo aqui esses dias...
Se vir algum tipo de pornografia, retirarei a pessoa dos meus amigos.
Obrigada pela atenção.


Fátima Abreu
Fatuquinha autora




E OBRIGADA POR ISTO, MINHA GENTE!
ESTATÍSTICAS DO MEU BLOG LAR:

Visualizações de página por país

Gráfico dos países mais populares entre os visualizadores do blog
EntradaVisualizações de página
Brasil
71810
Estados Unidos
17414
Portugal
7827
Rússia
3487
Alemanha
1600
França
393
Ucrânia
192
Reino Unido
103
Angola
96
Japão
82

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

domingo, 22 de setembro de 2013

AMASSOS




Amassos

Nesses instantes que toca com sofreguidão meu corpo:
a face rubra
o vestido sobe
as mãos fluem
num dedilhar arrebatador
quente como o sol
em dias de calor...

Amassos,
deliciosos toques de paixão.
Beijos molhados...
Abraços mais apertados,
corpos colados.

E no fundo, a nossa dança...
Um beijo no pescoço,
arrepia a pele.
Vem a resposta imediata:
estremeço.
Reconhece então meu sinal:
Estou pronta para outra dança,
embaixo de um lençol...

Ah, os amassos! São os primeiros passos...

Fátima Abreu

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

SEM RETOQUES


                           
                            Novo corte de cabelo. Gostaram?



                                                                      EFEITO SÉPIA



As Fotos Não Terão Retoques

Não, as fotos não serão retocadas.
As olheiras ficarão demarcadas
São do tempo, que não é amigo:
Que traça em cada um, a marca a ser vista.
Seja alguém do povo ou algum artista...

Não, as fotos ficarão desse jeito.
Embora eu coloque aqui, algum efeito...
É que na beleza de um retrato,
Pode-se deixar as marcas do tempo, 
Mas, colorir ao nosso gosto.
Deixando suaves nuances, em qualquer rosto.

Foi-se a época em que me incomodava,
Com coisas assim...
Fica minha obra a ser lida de qualquer forma,
Seja eu,  a "jovem avó" de 49 anos,
Ou a menina moleca, que habita em mim...

Todos que me leem constantemente,
Provarão das palavras dessa minha alma,
Que sente e sente...

Fátima Abreu

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Dolls: Bonequinhas de Sonho I


Sempre adorei bonecas.
Cada época, de uma forma diferente...
Quando menina tinha apenas três; eram: Mãezinha, Belinha e Jackeline 
Fora as que tinha de papel...
Quando tive filhas, anos mais tarde, aproveitava e brincava com elas, relembrando minha infância.
E depois, (atualmente) com o advento da internet, coleciono bonecas virtuais de celebridades, que é um tipo de Arte, certamente.

Essa poesia fiz para minha filha caçula, Catarina, quando ela não quis mais brincar de bonecas: 
Ela tinha 11 anos na época.
Dessa forma, eu também não pude mais voltar ao momentos de meninice...

A MENINA NÃO QUER MAIS A BONECA

Troca pelo computador
Seu novo companheiro de brincadeiras
Com jogos, músicas, filmes, besteiras...
Amizades pela INTERNET
Sites de celebridades, e outros mais...
Sinto saudades daquela menina,
Que falta me faz!

Das demonstrações de carinho
Quando colocava na geladeira
Um recadinho...
Minha menina está crescendo
Se tornando moça
Ainda sinto falta
De colocar sua cabeça
Em meu colo
E velar seu sono...

Mas ela se modifica dia a dia...
Não me conformo com isso
Onde está minha menina?
Aquela que entre beijos
Me dizia:
"MAMÃE, BOM DIA!"

FÁTIMA ABREU



Vejam as minhas preferidas, selecionadas na minha conta do PINTEREST, no álbum:
"Bonequinhas de Sonho"

http://www.pinterest.com/fatimaabreu9250/bonequinhas-de-sonho/
































Tobey Mguire as Spiderman by Noel Cruz




Young Elvis Presley doll




































OOAK Madonna True Blue Glamour Barbie Doll Stunning Artist Repaint Reroot Fr


Marilyn Monroe doll

More from the amazing hand of Noel Cruz- The Devil Wears Prada



FARRAH FAWCETT by Noel Cruz Creations




Doll I Dream of Jeannie

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Meu Amado Pai

Meu Amado Pai


13 de setembro de 1935, nascia meu querido pai.
Quantas aniversários caíram numa sexta, 13? Muitos, em todos esses seus anos de vida...
Mas, meu pai nunca teve problema com isso. Aliás, ele até gosta desse número.
Talvez tenha lhe dado até características na vida diária:

É uma pessoa de um caráter enorme.
Excelente pai, avô e bisavô.
Culto, sincero e honesto.

Dessa vez, não tenho rimas para lhe dar, meu pai. Saiu um texto em prosa...
Dou-lhe entretanto, os meus parabéns cheios de carinho por mais essa sua primavera!
Eu te amo.
Beijos da filha:

Fátima Abreu

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Esse é mais um conto de fadas, sem fadas...

- Arte Urbano - Comunidad - Google+
ARTIGO

Um conto de fadas que algumas meninas esqueceram de ler.
Hoje li uma reportagem no jornal, sobre um homem de 56 anos, que seduzia com doces e comida, meninas de uma mesma escola pública do bairro onde residia.
Todas de família numerosa, onde o alimento era escasso.
Ele as atraía para sua casa com doces assim como no antigo contos de fadas "JOÃO & MARIA".
Elas então voltavam todos os dias, faltando assim, as aulas da escola.
Eram geralmente adolescentes de 11 até 15 anos. Depois de acostumá-las às guloseimas, introduzia então, uísque misturado a energéticos.  Quando já estavam embriagadas, ele as fazia assistir vídeos pornôs, para que fizessem o que ele queria  já à vontade...
Até ser pego nessa semana. No momento da prisão em seu domicílio, estava acompanhado de uma jovem de 15 anos.
Tudo porque no mundo de hoje, certos "contos de fadas" são esquecidos de ser contados desde cedo, para servirem de exemplo na vida diária.
Já fiz um artigo sobre isso antes relativo à "CHAPEUZINHO VERMELHO".
Quem lê o blog sempre, deve se lembrar. Entretanto, vou colocar o texto aqui novamente para quem ainda não leu:


SOBRE CONTOS DE FADAS

Há muitos anos atrás, alguém deu sua versão para alguns contos passados de boca em boca, para distrair pessoas, em noite de lua cheia. Geralmente, eram contos para deixar as crianças alertas aos perigos que poderiam encontrar pelo mundo, alguns davam uma lição de moral ao final, outros ensinavam a desconfiança. Foi dado um nome para eles: Conto De Fadas ( e fada, praticamente não se tinha na maioria dos contos, essa era a verdade )
Eram tempos difíceis, onde quase ninguém passava dos 27 anos. Os poucos velhos, eram considerados sábios, talvez por isso: Terem vivenciados mais coisas do mundo que os demais...

Fato é, que as crianças e jovens, tinham de ter uma educação em que envolvessem o temor, porque nesses casos, estando alertas, poderiam defender-se.

Aproveitando-se desses contos, os pais passavam tudo que queriam aos filhos. Mas quem conta um conto, aumenta um ponto... Sendo assim, eles tiveram versões diferentes em cada povo, adaptados para a realidade de cada um.

Com o passar dos séculos, esses contos foram ganhando um formato novo, mais humanizado, menos apavorante que no início.

A 'Chapeuzinho Vermelho", tinha duas versões terríveis:
Numa, ela era também comida pelo lobo;
Na outra, ficava ao seu lado, se tornando tão má quanto ele:
Comia a própria avó! Qual seria  a lição disso?
Eu realmente não sei ao certo. Mas, acredito que seja para mostrar que mesmo pessoas inocentes, possam ser corrompidas por más influências...
Na primeira versão, o ato do lobo, comer tanto a avó quanto a neta, tem dois sentidos para mostrar aos jovens daqueles tempos sombrios:  Que o homem retratado como lobo, é capaz de atos extremos, até canibalismo se estiver com fome, e da outra forma, ele poderia ser um cruel estrupador ( o "comer" seria metáforico ) de mulheres de qualquer idade.

Na versão atual, "Chapeuzinho" conta com a ajuda do caçador que chega e acaba dando fim ao lobo. Conveniente, para mostrar ao mundo contemporâneo, que o Bem pode sempre vencer o Mal. E que as crianças não precisam ter tanto medo das coisas como antes.
Mas nem tanto, nem tão pouco: Se antes se aterrorizava para manter o alerta, era drástica essa atitude, não se pode também pintar um mundo maravilhoso cor de rosa para os filhos, havemos de prepará-los para tudo: Momentos bons e maus. O meio termo é  a melhor proposta.

A vida é isso:
Nem sempre o céu estará azul e bonito tampouco nublado o tempo inteiro.  Existem espinhos nas rosas, mas ainda assim elas tem sua beleza. Assim é tudo no mundo.

Fátima Abreu


 SOBRE CONTOS DE FADAS

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Leitura: Um Bem & Alimento Para Seu Cérebro

Pensamento de hoje:
A leitura é um Bem e um Alimento para seu cérebro.

Aprendemos a ler desde cedo, mas muitos simplesmente não gostam de fazer uso disso: Apenas quando se diga necessário aos estudos ou que precise no seu dia a dia, nada além disso...
Ler, não pode se restringir a isso!
Leitura é  nutrição do intelecto.
Alimente-o!
Quanto mais se lê, mais se fala bem, expressando-se melhor na sociedade em que se vive.
Além de nos fazer 'viajar' sem sair do lugar.
Atravessar terras e mundos desconhecidos, através de um bom conto.
Dar suavidade à alma, quando se lê uma bela poesia: Identificação de sentimento, esperança e nostalgia...
Leia mais!

FÁTIMA ABREU
***************

QUANDO MENINA

Mesmo com ares melancólicos no olhar,
Era muito alegre!
Bastava ter tintas e pincéis,
E uma tela surgia...
Tecido ou gesso, também pintava.
Bastava ter papel e caneta,
E uma poesia, aparecia...
Quando menina, tinha vários sonhos.
Nunca foram realizados, na verdade.
Pelo meu casamento precoce,
Na mais tenra idade...
Mas a vida é assim para muitos
Até pior para outros!
Entretanto, nunca desisti de um sonho, em particular:
De tornar-me escritora,
E saber-me lida, em todo lugar.

Fátima (Fatuquinha) Abreu




E A MULHER EVOLUIU... (MAIS DO QUE O HOMEM)


Evolução: Melhoria

A mulher evoluiu muito mais do que o homem no último século. Por que afirmo isso?
Simples: Ela saiu dos parâmetros de dona de casa, que recebia o esposo quando chegava de mais um dia de labuta, cuidando durante o dia, dos filhos e do lar, para uma jornada dupla de trabalho, ganhando mais espaço no mundo lá fora.
O homem não. Ele ficou estagnado no que sempre fora.
A mulher venceu barreiras de todos os tipos: Social, racial, sexual, trabalhista, etc.
A dona de casa dos anos 20/30 (na primeira figura), cuidava de bordar, costurar, lavar e passar impecavelmente, as roupas da família.


Mulheres na Cozinha

Outra preocupação: A cozinha!


Mulheres na Cozinha


A mulher dos anos 50/60, já preocupava-se em seguir o famoso "Modo de vida americano", que o capitalismo dos EUA, impunha com novas facilidades para a cozinha por exemplo: 
Geladeiras, fogões de  seis bocas, fornos e torradeiras elétricas, cafeteiras e batedeiras.
Donas de casa de toda parte, sonhavam com esses objetos, para facilitar seu dia a dia na cozinha: Fazendo mais pratos apetitosos para sua família.

O "Modo de vida americano " tinha até manuais para uma mulher tornar-se boa esposa e mãe!
Aconselhamentos, que hoje diríamos, de total submissão ao marido, (que não vacilaria duas vezes para traí-la com alguma "beldade" a quem conhecesse) e "prisioneira" de uma vida no lar, pois a jornada começava cedo com o café da manhã, e depois a limpeza da casa (que deveria ter o piso encerado e passar óleo nos móveis, para sempre estarem lustrosos), seguindo então, ao preparo do almoço para os filhos. 

Depois disso, arrumada a cozinha, (as panelas deveriam ser impecavelmente  brilhantes) poderia olhar as lições dos filhos e ajudá-los. Pouco depois, cuidava do lanche da tarde e  colocava-os para o banho. Seguia-se de preparo do jantar (caso não houvesse sobrado do almoço), e esperava pronta e cheirosa para a chegada do esposo ao lar. Jantavam todos juntos. 

Logo, seguia para a cozinha, arrumar novamente... Cansada, via um pouco de TV ( se já tivesse esse aparelho em casa, porque era artigo de luxo na época) ou escutava o rádio com seus familiares. Poderia fazer algumas costuras, bordados inacabados, ou ler um livro em voz alta para seus filhos. Assim terminava  a noite.
No dia seguinte, tudo novamente...



Aquela que não mantivesse esse ritmo, era rotulada de  desleixada, ou preguiçosa.
Uma sociedade machista, onde a mulher só servia para dona de casa, ser mãe e dar ao marido seus serviços sexuais, ao deitar-se no fim da noite. 
Que bom a sociedade ter mudado!
Eu confesso que mesmo não tendo sido dessa época, fui criada nesses modelos e por muitos anos foram de total dedicação ao lar e família. Esquecendo de mim e deixando minha saúde em segundo plano.
 Como eu disse no início desse artigo: As mulheres evoluíram, mudando seu jeito de ser.
Almejaram e e conseguiram!Mulheres na Cozinha 
Os homens que me perdoem, mas a antiga sociedade machista, já não existe no ocidente. Dessa forma, somos todos mais felizes:
Melhor que ter um autômato, (um "robô faz tudo em casa") é ter uma mulher satisfeita e ajudar a dividir as despesas, não é mesmo?

Fátima Abreu