quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

LÁBIOS QUE SE TOCAM

Não, não esconda os lábios seus.
São finos e atraentes.
Fazem com que eu imagine coisas, além da mente.
Não, não esconda os lábios que já são meus.
Esses lábios tão convidativos, me fazem flutuar...
São como breves orgasmos.
E realmente é assim que sinto:
Pois, quando me beija, seja de forma ardente ou branda,
Deliro em êxtase, te querendo por inteiro.
O corpo pede, a rosa se abre...
E com lábios teus colados aos meus, deixamos fluir:
Uma espada abre caminho e penetra no terreno da rosa.
Corpos serpenteiam em movimentos às vezes compassados, noutras vezes, mais acelerados.
Assim, com os lábios teus, ainda colados aos meus, chegamos ao final:
Eu gemia, você sentia... E o ápice se deu.

Fátima Abreu Fatuquinha





Nenhum comentário:

Postar um comentário