quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Transe EM DUETO


E quando eu falar de sexo, é a você que me refiro:
Teu sexo me preenche, me torna plena dos meus desejos e fantasias.
Tua boca na minha a explorar as línguas que se tocam com vontade e provocando meu êxtase.
Teu corpo sobre o meu, e tocando minha pele, com dedos hábeis e servis...
Realizando minhas vontades, e eu, as suas.
Troca mútua e justa.
Eu, você,  nossa cama, e a vontade louca, (que nunca cessa) de recomeçar tudo!
Nos orgasmos múltiplos que me provoca, sabe que no fundo, eu sou sua refém; e não a dominadora, que te orienta...
Mas, nesse transe a que nos detemos, é que sentimos a libido desperta.
Eu aqui, sempre e sempre me encontro com as portas abertas...
Entre a hora que quiser, e me faça sempre a tua mulher.

Fátima Abreu Fatuquinha


Nada seria possível se não fosse o Viagra (natural e especial), minha Imperatriz do Sexo, que cada vez que uso, mais quero usar, no  círculo vicioso de tesão e prazer.
O seu prazer é meu estimulo, para lhe provocar ainda mais prazer, até o nosso esgotamento total! Coisa que não é muito comum acontecer, pois, você é a chama que não se apaga, e eu, seu combustível.

JDM

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário