terça-feira, 15 de julho de 2014

Eu Te Amo/ Minha poesia: SIMBIOSE



SIMBIOSE


Não consigo partir
Tampouco deixar-te ir...
Difícil indecisão.

Uma história entre nós se formou.
Pedaços unidos, de cacos colados
Misturamos nossas vidas.

Fizemos planos
Caíram por terra
Mas, permanecemos unidos
Numa simbiose entre lençóis.

Morríamos de paixão,
Entregando nossos corpos, um ao outro,
Nessa 'animal' fusão...

Olhamos o tempo se passar...
Você não queria sair.
Nem uma mala resolveu comprar
Como iria partir?

Jogamos fora nossas propostas anteriores,
Para juntos ficarmos.
Quem de nós perdeu com isso?
Não, há perdedores.
Somente loucos, que pela paixão desvairada e precisão
Se deixaram levar
Numa rotina diária
Da qual está difícil, a separação...

Fátima Abreu











Eu Te Amo

Chico Buarque

Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir
Se ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir
Se nós, nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir
Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu
Como, se na desordem do armário embutido
Meu paletó enlaça o teu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu
Como, se nos amamos feito dois pagãos
Teus seios inda estão nas minhas mãos
Me explica com que cara eu vou sair
Não, acho que estás te fazendo de tonta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir


*************************

2 comentários:

  1. Bom diaaaa Fá

    que seu dia seja tão lindo qto essa canção =)

    ResponderExcluir