domingo, 20 de novembro de 2011

VELHAS AMIGAS, AMIGAS VELHAS...

 
Velhas amigas ou amigas, velhas?
Conheciam-se há anos...
Faziam tudo junto nessa vida, as velhas amigas...

Quando se tratava de fofoca então!
Não tinha para ninguém!

Recordistas! Espiãs da vida alheia,
Passam horas no banco da praça...

Falando de tudo um pouco,
E também de quem por ali passa...

Qual seria o tema da fofoca dessa vez?
Ninguém sabia...

Segredo alheio,
Só a  elas cabia...

Amigas velhas, maracujás de gaveta...
Esqueceram que um dia a língua cai.

E vem a agonia...
Velhas amigas, amigas velhas!

Passaram dessa para outra,
E continuam com a mesma mania...

FÁTIMA ABREU

2 comentários:

  1. puxa... que escrita gira... gostei muito de chegar aqui.
    parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Q BOM VC TER VINDO, VISITAR MEU CANTINHO. VOLTE SEMPRE, AMIGA!

    ResponderExcluir