quinta-feira, 19 de maio de 2016

O Desenho que Tinha 'Vida' ! REPUBLICADO



O DESENHO QUE TINHA 'VIDA'!

Ela gostava de desenhar desde muito pequena. Tinha seis anos quando desenhou perfeitamente o 'TOPO GIGIO', um ratinho que naquela época, fazia parte de um programa da tv... Todos que viram o tal desenho, acharam o mesmo:
'Essa menina tem veia artística'!

Ela cresceu fazendo seus desenhos e ilustrava os livros que fazia, em sua máquina de escrever...

Nunca os editou. Mas os desenhos estavam lá, em meio as suas palavras.

Quando já era mulher feita, estava morando na casa que a sogra na época, deixou para que o filho ficasse com a família.

Um dia, olhou para a parede, achou que faltava algo ali: Estava nua, sem graça...

Decidiu com ajuda da filha do meio, desenhar um nu artístico de uma mulher sentada sobre as próprias pernas, tal qual uma gueixa, quando serve o chá.

A mulher teria cabelos curtos, estaria com os seios empinados e um leve olhar de lado, como se virasse para atender a um chamado...

Pronto, o desenho estava feito! Ali era a representação do pensamento dela.

A desenhista dizia ter magia nas coisas que fazia. Sempre que realizava algo relativo à Arte, todos, incrivelmente todos, se apaixonavam pela obra!

Só que a magia se traduzia além do encantamento...

Em certos momentos, quando chegava uma visita em sua casa, e dava de "cara" com a obra na parede, feita apenas em lápis de desenho bem escuro, ( que ficava muito parecido com nanquim ) dizia que a mulher havia piscado um dos olhos, noutras, que havia dado um leve sorriso...

Incrivelmente, muitas pessoas diziam o mesmo! Ela ficava satisfeita.. Sabia que sua obra tinha VIDA!

A criadora do desenho, nunca viu nada, mas sabia que a obra tinha o seu jeito próprio de aparecer, para que as pessoas ficassem admiradas... ou assombradas!

Fátima Abreu


Nenhum comentário:

Postar um comentário