quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

ROSAS ACORRENTADAS 1



ROSAS PEDINDO LIBERDADE!

O ORVALHO NÃO É MAIS COMPANHEIRO

DESDE QUE FORAM PELA MANHÃ, COLHIDAS

TORNARAM-SE PRESAS


VÍTIMAS DAS CORRENTES


UM DOCE BUQUÊ, NÃO PODE ASSIM SE MANTER...


LIBERDADE PARA AS ROSAS!

E QUE CAÍAM SOBRE ELAS,

O ODOR FORTE

DO CAMPO, 

ONDE FORAM 

TÃO TRISTEMENTE SUBTRAÍDAS...

ROSAS, SÃO MULHERES


QUE QUEREM DAR UM BASTA,


REPRESENTADAS PELA SUAVIDADE

DO BUQUÊ

E QUE DIGAM NÃO, À VIOLÊNCIA! 

QUE AS CORRENTES SE QUEBREM,

DEIXANDO CADA BOTÃO CRESCER...

FÁTIMA ABREU

Nenhum comentário:

Postar um comentário