quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

AINDA QUE TENHA TAL DISTÂNCIA- DUETO



Sim, estou aqui a pensar
Quando te leio volto a acreditar
Sonhos que até então eram impossíveis

Hoje se tornam visíveis

Acredito muito no destino
Hoje toca o sino
Soam me felicidade
Com certezas e realidade

É difícil conter a emoção
Tente explicar pro meu coração
Me contenta rei em admirá la
Até que um dia consiga encontrá la 

Perdoe me pela inspiração verdadeira.

Jeronymo dos Santos


Que inspiração pareço lhe dar? Talvez da vontade de dizer, de tocar... 
AINDA QUE TENHA TAL DISTÂNCIA no meio... 
Talvez uma porta se abra, e por ela passe... 
Então, sonhos se tornarão realidade... 
SÓ DEPENDE DA SUA, E DA MINHA VONTADE...

 Fátima Fatuquinha Abreu


Perfeito e claro
assim, um poema preparo
O tema será oportunidade

com versos de felicidade...


Espero ser o primeiro de muitos, uma história
que alegre nossos corações e fiquem eternizados em nossas memórias.


 Jeronymo dos Santos


Ah, sim... Felicidade!
A busca incansável de todos!
Será que um dia a teremos?
Esperemos que sim!
Um beijo selará o começo dessa tão esperada felicidade...
E terá meio, mas, espero, não exista fim.

Fatuquinha

Um comentário:

  1. Jeronymo dos Santos1 de dezembro de 2016 09:33

    Ficou muito lindo,obrigado minha querida e sensível poetisa!!!

    ResponderExcluir