domingo, 18 de fevereiro de 2018

TREM NOTURNO PARA LISBOA- DINÂMICA SOBRE O CONTEÚDO DO FILME


Era para ser uma dinâmica, mas, o pessoal da IP, com a semana do Carnaval e tudo, não teve como fazer... Bem, então eu e JDaviMiguez fizemos:

As perguntas sobre o filme:


1- Você largaria tudo (em instantes) como o professor fez, para ir atrás de uma história contada em um livro?

2- Acha certo ele ter dado cigarros ao João, sabendo que ele tinha enfisema pulmonar? Ou concorda que já que ele estava idoso, e restava pouco tempo de vida, poderia ter um dos prazeres que cultivava enquanto jovem?

3- Caso fosse Estefânia, teria vindo com ele (o Dr e escritor) para a Amazônia e deixado Portugal? Ou agiria como ela, ficando escondida na Espanha?

4-Você acha que Jorge agiu por ciúme, pensando em matar Estefânia, ou realmente pela causa a que ele pertencia?

5- Acha que Adriana sentia mais do que amor fraterno pelo seu irmão?

6- Quanto ao final do filme: Acha que o professor ficou em Portugal, como sugeriu a Dra oftalmologista?



Eu, Fátima Abreu:


1- NÃO, EM ABSOLUTO! Ele fez isso porque tinha apenas a escola para dar aula, e nada mais lhe prendia onde estava, sem família para detê-lo nessa empreitada, já que estava separado da esposa.

2- Também não acho certo o professor ter dado os cigarros, pois, tendo enfisema pulmonar (JOÃO), por mais que pedisse, não deveria ser atendido. Isso é o mesmo que compactuar com uma morte mais rápida...

3- Teria ido sim. Por dois motivos: Primeiramente, porque sua vida se complicou e poderia ainda ser encontrada na Espanha, por pessoas que a perseguiam, já que Portugal é país vizinho.
E depois, porque era uma chance de viver um romance de verdade.

4- Acho que foi mais por ciúme mesmo. Tipo: Se não é mais minha, não será de outro! A causa, era apenas o pano de fundo para usar como desculpa, pelo motivo principal.

5- Apesar de dizer que estava em dívida com o irmão por ter salvado sua vida com a traqueostomia, a realidade é que ela o amava de forma diferente... Em algumas situações do filme, isso foi visível!
Até o fato de enganar a si mesma, dizendo que ele estava vivo e ficar enciumada com a presença de Efigênia na clínica.

6- Sim, acho. Porque existia um envolvimento entre eles... Também a possibilidade de mudar radicalmente de vida, já que seria num novo país, com nova companheira, certamente em uma nova escola para trabalhar... Sim, e tentar ter mais horas de lazer, simplesmente vivendo a vida, já que antes ele estava impregnado da própria rotina a que se impôs durante anos...



JDaviMiguez:

1- É possível.

2- Daria sim, pois seria um prazer para quem tinha pouco tempo.

3- Acho que ela fez certo.

4- Por ciúme mesmo.

5- Acho que no sentido de idolatria porque o irmão a salvou e não como homem e mulher.

6- Sim, porque ele não tinha nada que o prendesse em Berna. E em Portugal, seria um novo recomeço com um novo amor.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. eita que vcs arrasaram juntos , eu observei muito a questão do cigarro , e daria sim , mas o que mais me chamou a atenção , foi no inicio do filme o Prof usar um saquinho de chá já usado , tipo que vida é essa !! rsrsrs pena que não pude fazer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A GENTE ENTENDE, FILHOTA! TE AMOOOOO! OBG, POR VIR AQUI LER!

      Excluir